Portal RH Velti

Artigos e Materiais Educativos para RH

Identificar os diferentes perfis comportamentais dos colaboradores está entre as atribuições do setor de gestão de pessoas. E esse é um desafio que já começa no processo de atração e recrutamento. Isso porque, para escolher o candidato certo para uma vaga, é preciso que os gestores e o departamento de RH tenham um perfil traçado para o cargo.

Por isso, compreender as atribuições de cada profissional torna-se também essencial para o processo após a contratação: a gestão de equipes. Afinal, é ideal que o responsável pelo setor conheça os aspectos comportamentais do seu time para melhor desenvolvê-lo.

E essa compreensão vai além. Para o RH, entender os diferentes perfis de colaboradores é um fator determinante para conseguir criar o engajamento no ambiente corporativo, assim como promover um clima organizacional positivo e, por fim, entregar os resultados esperados.

Perfis comportamentais

Antes de elencar os diferentes perfis comportamentais, é importante ressaltar que um colaborador pode apresentar em sua conduta traços de todos os perfis ou apenas alguns deles. No entanto, é possível observar particularidades predominantes que auxiliam na missão do departamento de RH de motivar seus colaboradores.

Ainda que existam características comuns que possam determinar um perfil, as vivências, experiências e até mesmo a geração – como por exemplo, ter nascido na década de 80 –  influenciam no comportamento de uma pessoa. Afinal, cada indivíduo é único. Diante disso, os perfis são apenas tendências comportamentais.

Conheça abaixo os principais perfis de colaboradores e como cada um pode contribuir com suas características.

  • Comunicador

A principal característica deste perfil é, como o próprio nome sugere, a comunicação. Tende a ser mais extrovertido e gosta de se conectar com outras pessoas, valorizando o trabalho em equipe e o contato interpessoal.

Adapta-se mais rapidamente às mudanças de cenário, possui carisma e capacidade de persuadir. Também são colaboradores que valorizam a autonomia no ambiente de trabalho.

  • Executor

Semelhante ao comunicador, o executor também preza pela autonomia. Este perfil é mais focado em resultados e sente-se motivado pela competição, com metas ambiciosas para o seu trabalho.

Possui uma autoconfiança característica, e não hesita quando precisa defender sua visão sobre algo. Ligado a resultados, este perfil tende a ter um comportamento objetivo e determinado. Pode encontrar dificuldades quando o assunto é atividade em grupo, o que significa um desafio para a gestão de equipes.

  • Analista

O analista é mais conservador. É o profissional que facilmente se adapta a uma rotina de trabalho fixa. Apresenta uma relação positiva com fluxos de trabalho bem definidos, por esse mesmo motivo pode ter resistência para encarar situações sob pressão. Pode ser descrito como detalhista e preocupado, o que pode levar esse tipo de profissional ao perfeccionismo e autocobrança.

No entanto, para os departamentos de RH, esse perfil traz a oportunidade para desenvolver um futuro especialista. 

  • Planejador

O profissional identificado como planejador é aquele que tem um ritmo de trabalho estável. Tem facilidade para colaborar em equipe, entretanto, mudanças de última hora tendem a ser desafiadoras. Afinal, é aquele que planeja para executar.

É focado no autodesenvolvimento, podendo dedicar mais tempo nas suas atividades mas, tende a apresentar resultados acima da média. Por ser um perfil conservador, dificilmente vai buscar por inovação.


Identificar os perfis comportamentais é importante no processo seletivo, mas também faz-se essencial na avaliação contínua dentro da empresa. Há traços de um colaborador que podem ser desenvolvidos como competências e ainda potencializar qualidades.

Por outro lado, compreender possíveis adversidades que um profissional pode enfrentar – por se encaixar em um perfil – é vantajoso para ajustar as expectativas que a empresa tem.

Por fim, seja por desafios ou por relações interpessoais, os departamentos de RH são capazes de focar em estratégias para cada tipo de perfil e melhorar seu desempenho.

Olá, parceiro Velti!

Estamos aqui para falar sobre um assunto muito importante com você: retenção de impostos.

📍 Contratamos uma análise tributária do nosso serviço de licenciamento de software. Após a conclusão deste estudo verificamos que o CNAE 6203100 não é passível de retenção. Desta forma, não será mais dever da sua empresa fazer o recolhimento dos impostos.

Como vai funcionar na prática?

1. Até outubro de 2021 a sua nota era emitida considerando o valor bruto e o seu boleto com a dedução dos impostos. Essa dedução poderia ser de 4,65% ou 6,15% dependendo do valor do seu contrato. Com isso, era necessário que sua empresa fizesse o recolhimento dos impostos.

2. A partir do faturamento de novembro de 2021, o seu boleto será emitido com o mesmo valor da sua nota fiscal, não sendo necessário que você realize este recolhimento.

Confira abaixo a base legal do estudo para comprovação:

Orientação técnica
SC Cosit Nº 407 - 2017
SC Cosit Nº 230- 2017

Se tiver alguma dúvida, faça contato com o financeiro, pelo e-mail financeiro@velti.com.br.

Um abraço,
Time Velti.