Portal RH Velti

Artigos e Materiais Educativos para RH

Os chatbots são assistentes virtuais projetados para simular conversas com pessoas por meio da internet. Em outras palavras, é um “robô humanizado”, criado para sanar dúvidas e resolver problemas por meio de troca de mensagens. Sendo assim, muitas empresas estão contando com esse recurso para facilitar, principalmente, o atendimento ao cliente. 

E os números mostram uma consolidação desse serviço no Brasil. Segundo a pesquisa Mapa do Ecossistema de Bots 2020, um dos motivos é a expansão desse mercado. Afinal, houve uma adoção cada vez maior por empresas de todos os tamanhos e setores. Além disso, a estranheza de conversar com máquinas já virou coisa do passado.  

A mesma pesquisa também mostra que, só no Brasil, a quantidade de robôs de conversação desenvolvidos aumentou 68% em um ano. Em 2019 eles somavam 60 mil, mas em 2020 o número passou para 101 mil. Além disso, a quantidade de mensagens trocadas entre máquinas e pessoas saltou de 1 bilhão para 2,2 bilhões no mesmo período. Ou seja, houve um crescimento de 120%. 

Uma curiosidade é que, a princípio, essa tecnologia foi pensada para as áreas de CRM, Marketing e Vendas. Porém, o recurso mostrou se encaixar perfeitamente em qualquer área. No RH, por exemplo, os chatbots surgiram como uma alternativa para aumentar o desempenho dos processos da área de gestão de pessoas.

A seguir, conheça mais sobre essa tecnologia e seu papel para o time de Recursos Humanos!

Como o RH pode se beneficiar de chatbots 

O ano de 2020 foi bastante turbulento e trouxe várias mudanças sociais, inclusive nos modelos de trabalho. Nesse sentido, muitas empresas viram a necessidade de implementar o teletrabalho, o que exigiu uma mudança brusca em vários processos. Do mesmo modo, se tornou essencial o uso de ferramentas para que o modelo remoto funcione com eficiência, assim como interações à distância, documentações digitais, entre outros.  

Sendo assim, o recurso dos chatbots pode significar ainda mais facilidade para o dia a dia da empresa. Afinal, a área de Recursos Humanos é demandada por todos os lados para responder a centenas de perguntas distintas. Além das dúvidas sobre benefícios e folha de pagamento, há questões sobre o controle de ponto, a avaliação de desempenho, os treinamentos, os processos seletivos, os eventos internos, entre outros.  

Exemplificando de forma prática, os assistentes virtuais são capazes de facilitar a comunicação com toda a empresa e, consequentemente, poupar o tempo dos profissionais de RH. Ou seja, a equipe pode se concentrar em outras tarefas que trarão mais produtividade para o setor.  

Nesse sentido, o robô pode ficar responsável por responder aos questionamentos de colaboradores, uma vez que é capaz de compilar todas as dúvidas frequentes em uma só ferramenta automatizada. Além disso, existem empresas que fazem até entrevistas de emprego usando um bot personificado, que ganha o próprio nome e foto. Nesse caso, sua principal missão é aplicar um questionário para  identificar algumas qualidades e filtrar os candidatos.

Por que integrar seu controle de ponto com o chatbot? 

Uma questão importante do assistente virtual está na sua capacidade de captar novas informações para responder os principais questionamentos dos funcionários. Ou seja, antes de entrar em operação, a ferramenta é programada para responder a uma certa quantidade de perguntas, mas esse número cresce conforme novos materiais são compartilhados pelo RH. 

Portanto, a integração do chatbot com os dados que constam em um software de gestão de ponto pode facilitar ainda mais o trabalho do RH. Vamos supor, por exemplo, que um colaborador esteja com alguma dúvida referente às suas pendências de ponto ou sobre a data das próximas férias. Nesse caso, em vez de ligar e aguardar algum tempo até que alguém levante as informações, ele pode simplesmente consultar o robô e ter uma resposta imediata. 

O software Velti Ponto, por exemplo, já cria relatórios com as principais informações a respeito do controle de ponto de todos da empresa. Esses documentos, então, podem ser inseridos no sistema do chatbot. Assim, sua organização dá mais um passo rumo à transformação digital do RH, incorporando a inovação a seus processos internos. 

Para conferir outras atividades do RH que podem ser automatizadas, clique aqui e leia nosso artigo sobre este assunto.