Portal RH Velti

Artigos e Materiais Educativos para RH

Desafios tendem a transformar barreiras em oportunidades. No Brasil, o cenário imposto pela pandemia acelerou diversas tendências, fazendo com que empresas e colaboradores tivessem uma rápida adaptação.

Uma pesquisa realizada pela Great Place to Workselo conquistado pela Velti neste ano – levantou dados a fim de apresentar um panorama para 2021/2022 e preparar profissionais dos setores de recursos humanos e gestão de pessoas para a transformação digital.

Afinal, é neste contexto que os departamentos de RH e gestão de pessoas se encontram: em meio a transformações tecnológicas aceleradas, sem deixar de lado o foco nas pessoas.

O Futuro do RH e gestão de pessoas

O relatório da GPTW apresentou a percepção de colaboradores e representantes de alta liderança (C-level e diretoria) sobre o trabalho remoto e outros pontos de destaque. Com 1.724 respondentes, o material traz informações que reúnem o que se percebe como as principais tendências no setor empresarial – as quais você acompanha a seguir.

  • Comunicação interna

Os departamentos de RH assumem uma posição ainda mais estratégica em 2021/2022 – e consequentemente, para o futuro – com um olhar ainda mais voltado para o capital humano. A comunicação interna vem como tendência para aproximar a gestão nos mais variados níveis dos colaboradores, contribuindo com um clima organizacional positivo e mantendo todos informados das ações da empresa.

  • Mudança de mindset de liderança

Engana-se quem pensa que o líder não deve se envolver nas tarefas do dia a dia. Daqui pra frente, a liderança assume uma postura mais participativa e próxima dos colaboradores. Isso não quer dizer que o líder deva se envolver em cada demanda, mas, estar atento ao que acontece na rotina dos colaboradores e como a sua posição pode contribuir para tornar o trabalho ainda melhor. 

  • Flexibilização do trabalho

Atropelando alguns anos de evolução – pelo menos, no Brasil -, a flexibilização do trabalho vem como uma tendência para tornar-se o “novo normal”. De acordo com uma pesquisa do Gartner, 80% das empresas pretendem manter o trabalho remoto e/ou híbrido mesmo após este período de incertezas.

O que era distante ou possível apenas para alguns modelos de negócio, com a urgência da pandemia, mostrou a capacidade de adequação de todos – independente do cargo ocupado. A ideia do que seria um trabalho flexível saiu do campo da imaginação dos colaboradores e tornou-se realidade com o modelo híbrido ou home office

  • Transformação digital

A área de gestão de pessoas também não fica para trás na evolução tecnológica. Inteligência artificial, big data, nuvem de ponto e até mesmo controle de jornada com reconhecimento facial, permitem aos departamentos de RH utilizar cada vez mais recursos tecnológicos para melhorar seus processos. Com rotinas mais otimizadas, os profissionais tendem a focar no colaborador e na sua importância para a empresa.

  • Saúde mental

Tópico importante e cada vez mais abordado, a tendência é que a saúde mental torne-se um assunto recorrente. Isso porque as organizações entenderam o valor dessa pauta para o bem-estar dos colaboradores.

De acordo com a pesquisa do Global Wellness Institute, 65% das empresas estão aumentando os gastos com saúde mental e bem-estar para seus funcionários. Questões como o isolamento social, por exemplo, afetam e comprometem não apenas a produtividade, mas a saúde emocional de todos.

  • Employee experience 

Antes da pandemia, a experiência do colaborador incluía a relação diária com a equipe:
conhecer e se apresentar para os colaboradores, almoços em grupo, e quem sabe, até um happy hour depois do trabalho. Com a COVID-19, um dos objetivos de gestão de pessoas, mas também um desafio, foi adaptar essa integração para o meio digital.

Quando se fala de novos integrantes, é essencial exercitar o onboarding; a tendência do employee experience é tornar a experiência do colaborador positiva do começo ao fim da sua jornada na empresa. Isso significa trabalhar, também, o desligamento do funcionário. 

  • Diversidade e inclusão

Cada vez mais empresas buscam por times diversos, e é natural que a prática se torne uma diretriz para as organizações daqui para frente. Essa estratégia torna o ambiente de trabalho mais inovador, já que inclui no seu quadro de colaboradores perfis das mais diversas etnias, vivências e experiências.

A inclusão deixa de ser vitrine para se tornar o motor dentro de uma empresa e contribuir com resultados melhores. Aqui, a transformação digital também acontece dentro do processo de recrutamento. Com as ferramentas disponíveis é possível ter um processo seletivo mais democrático e inclusivo.


As tendências apontam para comportamentos e processos que podem ser incorporados nas empresas de maneira gradual e saber como direcioná-los traz vantagens para o crescimento das instituições.

Departamentos de RH e gestão de pessoas devem manter-se concentrados para acompanhar eventuais propensões nas atividades que desempenham, assim como auxiliar em adaptar cargos e funções. Atentos no que realmente importa: o colaborador.

Conheça a solução da Velti que está transformando o controle de jornada e tornando a burocracia mais prática para os profissionais do setor de RH e gestão de pessoas. 

Olá, parceiro!

Estamos passando por uma reestruturação da nossa base de clientes e evoluindo nossos processos internos para melhor atender você.

Por isso, informamos que a partir de agora, todo o faturamento da TIVEL SISTEMAS passa a acontecer na VELTI SISTEMAS LTDA.

O que vai acontecer na prática?

Com essa mudança, todos os boletos e notas fiscais que você receberá a partir do mês de outubro/21 serão emitidos pelo CNPJ 05.734.665/0001-42 - VELTI SISTEMAS LTDA.

Para dúvidas, contate nosso time financeiro através do e-mail financeiro@velti.com.br ou pelo telefone (41) 3019-3119.

Agradecemos desde já.

Um abraço,
Time Velti.